A graça de permanecer
12/07/2017 - 10h09 em Formação

O tempo da espera… eis um tempo tão questionado, cheio de desafios e oportunidades. A questão é: enquanto se espera a realização das promessas de Deus, como se comportar diariamente diante da voz que um dia se ouviu? Aqui, é necessário um cuidado especial para não se enganar com as falsas oportunidades e as falsas vozes que seduzem o olhar e a mente. Aqui, para todas as perguntas a resposta é uma só: a oração.

É no relacionamento pessoal com Deus que se reavivam as suas promessas e se reacende o dom da fé, que é possuir aquilo que ainda não se vê. Mais, é no relacionamento com Deus que nossos olhos se abrem para contemplar o que realmente nos leva para Ele, o que nos leva para a santidade e trocar os critérios humanos pelos critérios divinos.

Bem, em um mundo que constantemente tenta nos convencer de que é necessário ter alguém, que esperar é bobagem, no meu coração ecoa o desejo de anunciar como é belo confiar nas promessas do Senhor, especialmente quando o tema é Estado de Vida. Como diz a música: “E mesmo que o mundo queira me enganar, e mesmo que os homens queiram me calar, quero com minha vida anunciar…”. Quero anunciar que é feliz esperar em Deus!

Ao esperar pela realização das promessas de Deus com relação ao meu Estado de Vida, percebo o cumprimento de várias profecias, a realização de muitas curas e o crescimento no desejo pela salvação – minha e dos homens ao meu redor, aqueles que Deus me confia na missão de comunicar a Sua Paz. E, a verdadeira Paz, sem dúvida, é permanecer na Vontade de Deus.

Em um mundo que constantemente fere nossos sentimentos e expectativas de amor verdadeiro, nos enchendo de ilusões imediatistas, permanecer na vontade de Deus é o grande bálsamo para todas as feridas e expectativas. Permanecer na vontade de Deus é a grande certeza de que não se escolhe errado e de que o melhor está por vir e o melhor virá porque Deus não é homem para mentir[1]. Ao contrário, Deus é Amor, que tudo crê, tudo espera e se alegra com a vida vivida na verdade, sem outra intenção que não seja agradar a Deus[2].

Quando o assunto é Estado de Vida, acreditar nas mentiras de Satanás é entrar em um grande labirinto sem saída, o qual se percorre com intensidades diversas chegando sempre ao mesmo lugar: a frustração, decepção e a crença de que o homem não é capaz de amar. É isto que gera uma generalizada falta de esperança. No entanto, Deus é aquele que nos faz crer contra toda descrença e esperar contra todas desesperança[3] Há que se dizer que é desafiante manter-se no propósito de esperar em Deus e haverão tentações de variadas formas. Apesar disso, é gratificante perceber a companhia do Criador em cada passo no caminho. Deus não desampara aqueles que Nele se confiam!

Vale ressaltar que, ao final, ainda que não obtenhamos o que gostaríamos, com certeza, seremos cumulados de riquezas bem maiores, que não passam, pois Deus é Amor eterno! Amor incondicional! Amor verdadeiro que sacia toda sede e preenche todo vazio!

Por fim, o maior auxílio na espera, sem dúvida, é a Virgem Maria. E, aqui, lembro da Virgem do Silêncio! O silêncio vivido em Deus é fecundo e Maria é aquela que nos conduz calmamente pelos caminhos mais sinuosos quando nos sentimos incapazes de continuar esperando. Recebê-la como mãe de Deus e mãe dos homens, que tudo guardou e refletiu no seu coração, em um sincero relacionamento com o Pai das Misericórdias, nos ensina a permanecer atentos à Voz do Senhor e confiar, certos de que tudo que Deus prometeu se realizará. Foi nela que se iniciou o cumprimento de toda a profecia salvífica de Deus. É ela que nos insere no mistério da confiança!

Então, quando se esperam respostas de Deus, ou milagres em certas áreas das nossas vidas, especialmente quando se espera pela voz de Deus quanto ao Estado de Vida (matrimônio, celibato ou sacerdócio), o que ordinariamente se pode esperar é que no fim das contas o que se recebe é o Amor de Deus. E, este Amor, supera todas as coisas! Este Amor supera toda a espera! É o Amor que está no início e o que está no fim, mas sobretudo o que está no meio do caminho, sustentando cada passo na decisão de viver apenas a vontade de Deus, caminho seguro de felicidade eterna! Que possamos, com Maria, consagrar nossas vidas ao Senhor e Nele esperar, certos de que cantaremos a realização dos seus maravilhosos e incontáveis feitos de Amor! Shalom!

[1] cf. Números 23, 19: Deus não é homem para mentir, nem alguém para se arrepender. Alguma vez prometeu sem cumprir? Por acaso falou e não executou?

[2] cf. 1 Coríntios 13, 6-7: Não se alegra com a injustiça, mas se rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

[3] cf. Romanos 4, 18: Abraão, crendo, esperou contra todos os prognósticos desfavoráveis, tornando-se, assim, pai de muitas nações, como ficou registrado a seu respeito: “Assim será a sua descendência”.

Texto: Evyne Marina

Fonte: comshalom.org

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!